Saturday, February 12, 2011

Poema de Sábado

Das Ilusões

Meu saco de ilusões, bem cheio tive-o.
Com ele ia subindo a ladeira da vida.
E, no entanto, após cada ilusão perdida...
Que extraordinária sensação de alívio!

(Mario Quintana, do livro Espelho Mágico,
 pag. 31)

3 comments:

Tânia Braga Guimarães said...

Poema lindo. Parabéns pelo blog!!!
Conteúdo ótimo. Vou voltar várias vezes.
Abç

Andressa said...

Oi Ju!
Não sei se vc lembra de mim...
Ano passado pedi a vc algumas indicações de livros para ler nas férias.
Li alguns indicados por amigos nesse tempo e hoje acabei de ler A Sociedade Literária e a Torta de casca de batata. Amei!
Que história linda...
Um romance bem sutil, e as histórias sobre a guerra são muitíssimo interessantes.
Obrigadíssima!
Beijos
Obs: agora, nome de usuário certo! rs

Ju Haghverdian said...

Olá Andressa,

Claro que lembro de você! Não tem como não gostar daquele livro, não é mesmo? Os personagens são fáceis de se identificar e a história é contada de tal forma que não só prende a atenção do leitor, como também deixa aquele sentimento de saudade depois que a história acaba, como seu os personagens fossem parte da família.

Fico feliz em saber que acertei na indicação =)

Beijos